Universidade de Vigo
IDIOMA 
PTESGL
Jose Saramago
 

Atividades
Literatura Oral/Tradicional

Ria Lemaire na UVigo

Durante a última semana, entre os dias 1º e 6 de junho recebemos na Universidade de Vigo a visita da professora Ria Lemaire, emérita do departamento de Língua Portuguesa na Universidade de Poitiers. Ria será parceira de nossas discussões sobre poesia oral e política na página da Cátedra José Saramago.

Nestes dias, a professora visitou as dependências da Faculdade de Filologia e tradução e realizou uma pesquisa documental na biblioteca do centro, com o objetivo de preparar sua comunicação no evento que receberá de volta a Vigo o Pergaminho Vindel, do poeta Martin Códax. Ela deve preparar até novembro uma série com seis textos, sobre cada um dos poemas do Pergaminho, que serão divulgados nesta página.

Ria é especialista em Poesia Medieval e tem diversos estudos sobre as cantigas de amigo galego-portuguesas, considerando questões referentes ao conceito de autoria, que na Idade Média, não tinha necessariamente um dos sentidos modernos, que é o daquele “que escreve” o texto. O autor pode ser o que copia, o que declama, o que financia o texto. Até porque, na Idade Média, a prática da escrita não era comum e a poesia era difundida pela oralidade.

Esta é mais uma de nossas aproximações com os estudos de Ria Lemaire: a poética da oralidade, as práticas orais como patrimônio cultural e de identidade e a oralidade como lugar de circulação de conhecimento e, portanto, um dos caminhos da tradição. Ria discute em alguns de seus trabalhos o conceito de “verdade” na poesia de cordel e sobre a materialidade dos folhetos e da voz.

Ria trouxe ainda discussões políticas sobre a oralidade e sobre o incentivo do idioma galego como fundamental para o reconhecimento da Galícia como nação. Reafirmou sua parceria e contribuição com o projeto Ponte..Nas Ondas – considerada pela professora e investigadora Raquel Rey – e com os estudos da professora catedrática da UVigo Camiño Noia.

Em nossa pesquisa sobre a poesia de cordel, Ria contribuiu com sua coorientação da atividade de estágio, sugeriu bibliografias e realizou uma intensa discussão sobre a performance poética e sobre as relações entre a poesia oral do Brasil, de Portugal, da África e da Galícia, a partir de seus usos sociais.

A poesia oral galega contemporânea também esteve entre os interesses da professora. Acompanhamos uma apresentação da banda Cinta Adhesiva, de Silvia Penas e Jesus Andrés, em Combarro, que além de trazer reflexões sobre as declamações feitas em galego, também nos permite observar os aspectos performáticos de corpo e música como fundamentais para a poesia.

A passagem de Ria por Vigo, depois de percorrer seu Caminho de Santiago, foi uma grande contribuição para a discussão da poética da oralidade e continuará sendo, a partir das parcerias (re)afirmadas.

Publicado, 07/07/2017




Etiquetas

Poesia
Notcias




Artigos relacionados

"Quando oficialmente descobrem um heri utilizam-no para castrar o futuro"

Jos Saramago

Facebook Ctedra Jose Saramago Twitter Ctedra Jose Saramago RSS Ctedra Jose Saramago